Visitantes

quarta-feira, 19 de outubro de 2011

Relatório da SAF - Como Preencher

como preencher

Todos os vossos atos sejam feitos com amor (1Co.16:14)

TÍTULO
Estatística da SAF - ANO DE......................

TABELA
1. SAF da Igreja Presbiteriana .......................................
2. Total de Departamentos: ..........................................
3. Total de sócias:..........................................................

Ano anterior e ano em curso: Nº de sócias ativas e cooperadoras e o total de sócias. Arquive as folhas de estatística de todos os anos. Se possível, registre os dados estatísticos na ata da última plenária do ano.

4. Total de reuniões realizadas: Veja com as secretárias da SAF o nº de plenárias realizadas. Os dados dos departamentos são repassados pelas relatoras através do relatório mensal do departamento.
A presidente da SAF e a secretária de espiritualidade repassam o de reuniões de oração que foram realizadas pela SAF ou por áflgum departamento. Oficinas e reuniões especiais devem ser anotadas pela presidente da SAF e oficineiras; devem ser anotados o nº de reuniões e nº de sócias presentes. Podem ser lançados como oficinas os trabalhos práticos realizados em cozinha (preparação de almoços e lanches), e também o trabalho realizado na montagem e realização de bazares, além dos tradicionais cursos de trabalhos manuais.

5. Total de presenças das sócias nas reuniões: Por vezes a sócia demonstra dificuldade em identificar com clareza “quem” está organizando a reunião da qual ela participou (Federação ou Sinodal). Devido a isso, é importante que a presidente da SAF anote sempre o nº de presenças nessas reuniões. A presidente deve esclarecer às relatoras dos departamentos e sócias o tipo de reunião que foi realizada (especial, oficinas) e como lançar devidamente no relatório individual. Cuide para que os números não sejam lançados duas vezes (pela sócia e pela liderança da SAF).
O que é necessário para que haja uma reunião de evangelização? A presença de pessoas não crentes e uma mensagem evangelística.
Reuniões especiais são: culto do bebê, aniversário da SAF, homenagens especiais, encontros de mulheres, etc.
Presença em reuniões de oração (organizadas ou não pela SAF) é o único campo do formulário em que se lança a presença em todas as reuniões de oração das quais a sócia participou no âmbito da igreja local.

6.Total de presenças: As presenças das sócias ativas e cooperadoras, bem como de visitas na plenária, podem (e devem) ser informadas pelas secretárias da SAF. As presenças nas departamentais (visitas e sócias) são informadas pelas relatoras.

7. Total de impressos distribuídos: Esses números são retirados do relatório individual das sócias. Lembrar sempre de orientar as sócias sobre a importância de contar o material antes de distribuí-lo.
Caso, eventualmente, haja algum material evangelístico que tenha sido distribuído diretamente pela SAF (material comprado ou recebido como doação), a presidente ou a secretária de evangelização deve contar e repassar esse número para a estatística.

8. Total de trabalhos missionários realizados: A presidente da SAF e a secretária de missões são as responsáveis por anotar esses números. Quantos trabalhos missionários a SAF realizou durante o ano? Lembrar que trabalho missionário é aquele feito especificamente para conscientizar e mobilizar sobre missões e o trabalho que é realizado em um campo diferente da sua igreja, isto é, frentes de evangelismo que frutificam em outros campos, dentro ou fora da sua cidade, em pontos de pregação ou congregações que não são da sua igreja, campos da JMN, APMT.

9. Total de:

a) Sócias assinantes da SAF em Revista e total de assinaturas da SAF em Revista: As sócias devem declarar tais informações no relatório individual. Deve-se ainda verificar com a agente da SAF em Revista o nº de sócias assinantes e de assinaturas feitas coletivamente, para que esse número seja o mais preciso possível.

b) Sócias que pagaram per capita: Há a informação prestada pela sócia no seu relatório individual. O pagamento da per capita é uma responsabilidade da sócia, conforme dita o Manual Unificado. Porém, a tesoureira da SAF é quem tem a informação mais precisa sobre o nº de sócias que contribuíram. Orienta-se que o nº de sócias que pagaram per capita deva ser igual ao nu total de sócias (ativas e cooperadoras) do ano em curso. Caso alguma sócia não tenha contribuído, é necessário que a SAF verifique uma forma de quitar a per capita da sócia que não pode fazê-lo. Caso a SAF não encontre alternativa interna para cobrir tal contribuição, deve conversar com o conselheiro da SAF e pedir apoio financeiro ao Conselho da igreja. A per capita é uma contribuição anual de cada sócia que é enviada para o sustento dos trabalhos das Federações (40% do valor), das Sinodais (30%) e da Nacional (30%).

c) Sócias eméritas na igreja: As eméritas sabem que foram honradas com esse título. Devem declarar isso em seu relatório. A sócia emérita que recebeu título em outra SAF também deve ser lançada, pois a CNSAFs tem interesse de saber quantas sócias no Brasil já foram homenageadas com esse título. Não importa em que SAF ela esteja agora. Sabe-se que “quem” oferece o título de emerência é a Sociedade local; porém, a questão é o “nº de sócias eméritas na igreja” e não “nº de sócias eméritas da igreja”.

10. Doações diversas e visitas realizadas: Essas informações dependem totalmente do relatório individual da sócia. Deve-se orientar a sócia sobre a importância de preencher seu relatório individual mensalmente, anotar o nº de peças de roupas, quilos de alimentos, outras doações (objetos), doações em dinheiro (contribuições e doações), as ofertas missionárias entregues na reunião da SAF, no envelope do dízimo ou mesmo entregues diretamente a missionários ou a instituições missionárias.
As visitas realizadas também são declaradas no relatório individual. São anotadas as visitas às casas feitas por cada sócia (sozinha ou em grupo).
Lembre-se: uma visita não é uma passadinha ocasional na casa de alguém. É uma saída intencional feita com objetivos espirituais. As visitas podem ser de consolo, ajuda, apoio, consideração, edificação, evangelização, discipulado.


Data e assinatura da secretária de estatística da SAF, que é a responsável pelo preenchimento do formulário.
Deve entrar o nome da presidente atual da SAF, isto é, a que presidiu o ano sobre o qual as informações estão sendo prestadas. Da mesma forma, devem entrar o nome, e-mail, endereço completo e telefones da secretária de estatística atual, a que é responsável pelas informações. Os dados da secretária de estatística do ano seguinte serão repassados pela diretoria eleita, após sua posse e nomeação da nova secretária.
O relatório de estatística da SAF deve ser encaminhado à Federação antes do Congresso Anual, pois a Federação precisa fechar o relatório de estatística da Federação (a soma das Estatísticas das SAFs) e apresentar relatório no Congresso Anual da Federação.
Secretária de estatística, conclua sua estatística dentro do prazo para não prejudicar sua Federação e Sinodal. Para A CNSAFs, cada estatística é importante... precisamos alcançar 100% de SAFs entregando suas folhas de estatística. Entre em contato conosco (pelo site www.saf.org.br, por e-mail ou telefone). Temos prazer em esclarecer dúvidas quanto ao preenchimento da estatística.

Data limite para entrega do Relatório de Estatística das Sinodais e das informações da “Campanha uma por uma” 15 de dezembro de 2011

Desejamos a todas um excelente final de ano, com alegres e bons Congressos Anuais de Federação e na companhia de familiares, igreja e amigos. Que o Senhor continue nos abençoando.

Autora: Lucélia Cláudia de Carvalho – Secretaria de Estatística da CNSAFs

Fonte: SAF em Revista – 4º Trimestre de 2011 – Pags. 20 e 21


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário